REDALF

Rede Latino-americana de Alfabetização

Nota técnica n° 001/2023
Data: 29 de maio de 2023
Assunto: Compromisso Nacional Criança Alfabetizada

“A palavra não é privilégio de alguns homens, mas direito de todos os homens.”
Freire (1987)

O Compromisso Nacional Criança Alfabetizada resgata, em conjunto com outras ações do Ministério da Educação, a possibilidade de diálogo com os diversos setores sociais sobre o dever constitucional de assegurar a educação como um direito de todos os cidadãos e isso, certamente, inclui a alfabetização. Além disso, a proposta sistematiza algumas premissas já consolidadas na história das políticas públicas nacionais, como a necessidade de situar a escola no centro de todo o processo, corresponsabilizando os diversos atores pelas aprendizagens das crianças; a articulação entre os municípios, os estados e a união em prol de um compromisso comum; a compreensão em torno do vínculo imprescindível entre gestão, formação, materiais, infraestrutura, avaliação e monitoramento; a indução de quadros locais responsáveis pelo fomento e pela gestão da formação continuada nos mais longínquos municípios brasileiros e, ainda, o resgate da discussão sobre o que significa o processo de alfabetização na Educação Infantil, situada em bases conceituais mais coerentes com o direito à infância.

A Rede Latino-americana de Alfabetização sente-se honrada com a possibilidade de diálogo e pretende contribuir com o conhecimento científico produzido por pesquisadores latino-americanos que realizam investigações psicolinguísticas e didáticas no campo da Alfabetização, a partir do marco construtivista psicogenético, desde a década de 1980. Além disso, também coloca à disposição do Ministério da Educação a articulação que fomenta entre os diversos setores sociais de toda a América Latina: universidades, redes de ensino públicas e privadas, organizações não governamentais e organizações da sociedade civil de interesse público.

A análise atenta ao que foi apresentado sobre o Compromisso Nacional Criança Alfabetizada na reunião do dia 17 de maio e da primeira versão do documento encaminhada no dia seguinte, nos provoca a indicar alguns aspectos que poderiam ser aprofundados. Inicialmente, vale destacar que o documento aponta como responsabilidade do MEC a elaboração de diretrizes e parâmetros para os cinco elementos técnicos que compõem o Compromisso Nacional Criança Alfabetizada: gestão, formação, materiais didáticos e pedagógicos, infraestrutura e avaliação. Desta forma, há uma indicação explícita de que o MEC assumirá a tarefa de definir os critérios para credenciamento de programas de formação e elaboração de materiais de apoio, além de parâmetros e métricas de avaliação e acompanhamento. Isso implica assumir uma concepção de alfabetização na qual se possa ancorar os aspectos pedagógicos do Compromisso Nacional Criança Alfabetizada.

Ainda que o documento não explicite o marco epistêmico no qual se apoia para a definição de diretrizes e parâmetros, a concepção de alfabetização assumida pelo MEC está indicada quando o documento se compromete a executar o SAEB, a oferecer solução de avaliação da fluência leitora, a realizar cantinhos de leitura e, principalmente, quando propõe uma abordagem de alfabetização para a Educação Infantil e outra para o Ensino Fundamental. A matriz de avaliação do SAEB, por exemplo, define como habilidade esperada para o 2o ano a relação entre elementos sonoros das palavras com sua representação escrita, a leitura e escrita de palavras e frases. Tais habilidades estão ancoradas em uma concepção de alfabetização que desvincula a apropriação do sistema de escrita alfabética das práticas sociais reais de leitura e escrita. Ainda que a matriz de avaliação do SAEB indique a necessidade de os alunos escreverem textos, a presença de tais habilidades orienta as práticas pedagógicas e a escrita deixa de ser considerada um objeto cultural, que permite uma participação efetiva nas diversas práticas sociais em que se faz presente, para se transformar em um instrumento de codificação rudimentar. Em Pedagogia do Oprimido, Freire (1987, p.13) já nos ensinava que para “poder re-existenciar criticamente as palavras de seu mundo, para na oportunidade devida, saber e poder dizer a sua palavra” é preciso ir além de ensinar a repetir palavras ou desenvolver habilidades que se relacionem a uma escrita abstrata.

Ainda mais grave é a proposta de avaliação da fluência leitora, difundida amplamente pelo país como política de monitoramento das aprendizagens e que está baseada apenas no percentual de palavras reais e inventadas oralizadas por minuto, sem que isso represente necessariamente a compreensão do que se comunica. Em síntese, o que se vislumbra a partir do que propõe o Compromisso Nacional Criança Alfabetizada para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental é uma concepção que entende que ler é apenas decifrar e que escrever consiste somente em transformar sons em letras. Por trás de uma política pública que assume uma concepção de alfabetização que banaliza e deforma a escrita, está implícito o compromisso com práticas rudimentares de escrita e leitura. Para que a alfabetização cumpra de fato o seu papel na formação de uma sociedade mais justa, é preciso garantir que crianças, jovens e adultos tenham o direito de aprender a ler e a escrever sempre a partir da participação de práticas sociais reais de leitura e escrita. Isso implica, por exemplo, ter em sala de aula mais do que cantinhos de leitura, mas uma biblioteca de classe com revistas e livros de literatura cuidadosamente selecionados e adequados à faixa etária, para que se possa aprender a participar de uma comunidade de leitores, interagindo com diversos autores e confrontando diferentes interpretações, ideias e opiniões sobre obras literárias consideradas valiosas.

O documento também não explicita de forma objetiva a parceria com as universidades, elemento central na consolidação de uma política pública de alfabetização que toma como base o conhecimento científico produzido pelos pesquisadores brasileiros no campo da alfabetização. A modelagem da colaboração e a arquitetura de gestão privilegiam a descentralização de recursos e ações, que pode ser entendida inicialmente como positiva, mas é preciso considerar o limite tênue entre descentralização e terceirização das políticas de alfabetização e de formação de professores. A política de balcão pode fomentar significativamente os sistemas de ensino e o apostilamento de conteúdo, massificando estudantes e professores. Quando se trata do avanço no campo científico é possível oferecer o retrocesso, a desinformação, como possibilidade de escolha? É democrático, digno e justo com as crianças, jovens e adultos não alfabetizados? Escolhas autônomas são democráticas quando acompanhadas da garantia de acesso ao que se tem de mais avançado na produção científica. Sim, tratando-se de alfabetização o caminho importa. É possível considerar que as contribuições científicas produzidas a partir do marco construtivista psicogenético, que revelaram como as crianças aprendem a ler e escrever, estão para a alfabetização assim como a vacina está para a saúde. Ainda que a política esteja pautada na liberdade de escolha, só se tem, de fato, autonomia quando as condições de acesso ao conhecimento produzido e acumulado estão asseguradas a todos.

As estratégias de reconhecimento previstas no documento indicam ainda a criação de prêmios e selos. No entanto, a lógica meritocrática que coloca professores, escolas e redes de ensino em concorrência, despreza alguns princípios fundantes de uma sociedade democrática como a alteridade e o compromisso com o coletivo. Ao gerar seleção e classificação, a premiação também gera exclusão e privilegia com incentivos financeiros e normativos os que menos precisam do Estado para superar os seus desafios. Em um governo comprometido com a democracia, não cabe a formulação de políticas públicas pautadas pela meritocracia, como geradora de resultados. Na educação, assim como na saúde, a lógica capitalista meritocrática que regula o mercado não se aplica, porque o que está em jogo é o atendimento ao direito constitucional de ter acesso a uma educação de qualidade e isso implica romper com uma tradição que dissemina o espírito da concorrência agressiva, na qual somente os mais aguerridos tem valor. Muito já se sabe que promover a equidade social pressupõe ajustar o desequilíbrio de oportunidades, o que implica considerar as particularidades dos diversos contextos sociais, promovendo a equiparação entre os meios de alcançar um mesmo resultado. Uma política pública no campo da alfabetização, pautada pela lógica da gratificação por aluno capaz de tirar boas notas em avaliações externas, fomenta sobremaneira a ideia de uma alfabetização baseada no treino e com isto mantém em marcha a produção da desigualdade social, no que concerne ao direito de fazer uso da escrita para exercer a plena cidadania.

Face ao exposto, a Rede Latino-Americana de Alfabetização recomenda fortemente a explicitação do sentido atribuído à palavra alfabetização. Como afirma Ferreiro (1992), há uma crescente conscientização da importância da alfabetização, “mas há também um risco de regressar à concepção de alfabetização como algo demasiado elementar, isto é, mínimos rudimentos de decodificação. (...) Há risco sério de continuar gerando desigualdades através de velhos esquemas de competitividade” (p.53). Atualmente contamos com um consistente conhecimento teórico sobre a natureza da alfabetização, resultante das contribuições de várias áreas de conhecimento. Nesta visão multidisciplinar não é possível retroceder a uma concepção simplificadora e equivocada sobre o processo de alfabetização. Se as crianças, que dependem prioritariamente da escola, não são introduzidas a linguagem escrita em toda a sua complexidade, podem até alcançar uma “alfabetização mínima, rudimentar” que lhes permitirá futuramente seguir algumas instruções escritas, para aumentar produtividade em algum trabalho precário, “contudo não teremos formado cidadãos para este presente nem para o futuro próximo” (ibid., p.54). Ferreiro ainda alerta que “há que se alfabetizar para ler o que os outros produzem ou produziram, mas também para que a capacidade de ‘dizer por escrito’ esteja mais democraticamente distribuída. Alguém que pode colocar no papel suas próprias palavras é alguém que não tem medo de falar em voz alta” (ibid., p. 54).

Se o propósito da alfabetização é garantir às crianças, jovens e adultos a plena participação social, o que pressupõe a formação de cidadãos capazes de se comunicarem por escrito com diferentes propósitos, não é coerente oferecer um processo de aprendizagem que conceba a leitura como oralização e a escrita como transcrição da fala. Uma política de alfabetização que se compromete com a ampla participação de crianças, jovens e adultos nas práticas sociais reais de leitura e de escrita, ancora sua proposta naquilo que o conhecimento científico produzido no campo da alfabetização aponta: é imperante que a reflexão que fazem sobre o sistema de escrita (quantas e quais letras e em qual ordem) esteja inserida em contextos de aprendizagem em que se leia e se escreva com sentido, em situações didáticas pautadas nas práticas sociais reais.

Nesta perspectiva, alfabetizar-se pressupõe fazer uso de diferentes práticas sociais de leitura e escrita, estabelecendo interações significativas com a cultura e, ao mesmo tempo, compreendendo o funcionamento do sistema de escrita em situações comunicativas que tenham sentido. É refletindo sobre a língua escrita em sua diversidade textual, conforme se apresenta nas situações reais de uso social, e não fora delas, que o sujeito pensa sobre o que a escrita representa e como se organiza. O ingresso nas culturas do escrito inclui o ingresso na escrita e, por este motivo, não cabem fragmentações quando se concebe a alfabetização. Para o sujeito que aprende precisa ser um único processo, garantindo que a reflexão sobre a escrita esteja situada em uma função comunicativa que faça sentido para ele.

Neste sentido, é preciso assegurar que crianças, jovens e adultos tenham a liberdade de refletir sobre a escrita e que seus pensamentos sejam levados em conta para que possam avançar em suas conceitualizações. Para tanto, é fundamental propor políticas públicas de alfabetização que apoiem os professores no planejamento e na realização de situações didáticas nas quais o sujeito possa colocar em jogo tudo o que pensa e sabe, que tenha problemas a resolver e decisões a tomar, que possibilite a máxima circulação de informações e que o conteúdo trabalhado mantenha as suas características de objeto sociocultural real, sem ser transformado em objeto escolar vazio de significado social, que fragmenta a língua escrita em sons, sílabas ou palavras descontextualizadas e desprovida de sentido (Weisz, 1999).

Por esta razão, nossas proposições neste quesito são:

  • que a política de alfabetização do atual governo ofereça a definição de qual alfabetização se almeja para a população, assim como indique qual o processo de aprendizagem é coerente com a concepção adotada;
  • que seja definida uma concepção de alfabetização que reconheça as crianças como membros ativos de uma sociedade, rechaçando práticas pedagógicas rudimentares de leitura e escrita em qualquer segmento de ensino;
  • que o MEC assuma o compromisso de garantir que a escola ofereça oportunidades e condições para que os estudantes exerçam e se apropriem das mais diversas práticas sociais de leitura e escrita, de modo que elas não continuem exclusivas daqueles que tiveram o privilégio de nascer em contextos sociais mais favorecidos;
  • que seja amplamente disponibilizado aos professores as contribuições das pesquisas psicolinguísticas e didáticas, pautadas em referenciais científicos que consideram o que as crianças pensam;
  • que se construa um alinhamento entre a concepção de alfabetização e os indicadores previstos nas matrizes de referência das avaliações nacionais, aspecto imprescindível para induzir a necessária transformação das práticas pedagógicas em prol da plena participação nas práticas sociais de leitura e escrita;
  • que sejam respeitados os diferentes tempos de aprender e que a definição de uma idade certa não impeça as crianças de refletirem sobre a escrita e nem seja geradora de fracasso escolar;
  • que seja implementado o acompanhamento do processo de alfabetização nas diferentes regiões do país, através de pesquisas científicas desenvolvidas por pesquisadores de universidades públicas brasileiras e por pesquisadores de reconhecido conhecimento na área de outros países da América Latina;
  • que a modelagem da colaboração e a arquitetura de gestão da política de alfabetização do atual governo refute qualquer estratégia meritocrática e potencialize o trabalho colaborativo entre os professores e gestores, constituindo, por exemplo, núcleos regionais que se configurem como espaços de apoio às redes municipais;
  • que as universidades, especialmente públicas, sejam reconhecidas como instituições propositivas em relação aos problemas enfrentados na Educação Básica e que sejam convocadas a participar do diálogo em busca de alternativas possíveis para o campo das políticas públicas de alfabetização;
  • que sejam integradas e articuladas diferentes políticas do MEC para construção, em conjunto com a UNDIME e CONSED, de um programa nacional que ofereça as condições necessárias às secretarias de educação para que possam avançar na construção de políticas públicas municipais de formação de professores, com apoio técnico, material e financeiro.

A história da alfabetização no Brasil, marcada por constantes mudanças de concepções e abordagens, torna sensível o posicionamento do atual governo neste momento. Paradoxalmente, está posta a impossibilidade de um projeto que não tome como ponto de partida determinados pressupostos sobre o que é estar alfabetizado, sobre como se aprende e sobre o próprio objeto de conhecimento, no caso, a língua escrita. Neste sentido, reiteramos o posicionamento da Rede latino-americana de Alfabetização em colocar à disposição do Ministério da Educação o conhecimento científico produzido por diversos pesquisadores latino-americanos que, a partir do marco epistêmico construtivista psicogenético, vêm há anos implicados com uma formação que tem como peça fundante a ação inteligente de crianças, jovens e adultos em seu processo de apropriação das culturas do escrito.

Referências

  • FERREIRO, Emilia. Com todas as letras. Trad. Maria Zilda da Cunha Lopes. São Paulo: Cortez Editora, 1992.
  • FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro:Paz e Terra, 1987.
  • WEISZ, Telma. O Diálogo entre o Ensino e a Aprendizagem. São Paulo: Ed. Ática, 1999.

Diretoria Geral

  • PRESIDENTA - Giovana Zen
  • VICE-PRESIDENTA - Maria da Conceição de Carvalho Rosa (Nalu)
  • SECRETÁRIA - Marta Durante
  • VICE-SECRETÁRIA - Giulianny Russo
  • TESOUREIRA - Renata Frauendorf
  • VICE-TESOUREIRA - Débora Rana
  • COORDENADORA NÚCLEOS REGIONAIS - Rosaura Soligo
  • VICE-COORDENADORA NÚCLEOS REGIONAIS - Elisabete Monteiro

Diretoria da Rede Latino-americana de Alfabetização

contato@redalf.org

Assinar


Assinantes

  • M
    Márcia Jerônimo de Souto
  • GM
    Giulianny Russo Marinho
  • I
    Isis Nogueira
  • SA
    Sidecleia Oliveira dos Anjos
  • TP
    Tereza Paiva
  • G
    Giovana Zen
  • J
    Josélia Gomes Neves
  • A
    Ana Lúcia Nunes da Cunha Vilela
  • DS
    Debora Perillo Samori
  • E
    Erica de Faria Dutra
  • D
    Deusodete Rita da Silva Aimi
  • I
    Ilzete Aparecida Jampani
  • DM
    Daniela Munerato
  • DL
    DELIA LERNER
  • RV
    Rosângela Veliago
  • S
    Silvia M. Gasparian Colello
  • AL
    Ana Carla Ramalho Evangelista Lima
  • FF
    Fernanda Azevedo Marques Flores
  • RC
    Regina Celia dos Santos Cãmara
  • C
    Cristina Meirelles
  • R
    Rafaela Martins
  • CS
    Cláudia da Hora Sousa
  • CR
    Cristiane da Silva Ribeiro
  • MV
    Maria Marlon Guedes dos Santos Vieira
  • JA
    Júlia Menezes Alonso
  • CC
    Cibele Lopresti Costa
  • CP
    Cristiane Pelissari
  • M
    Monique Santos Miranda
  • AA
    Angela Kim Arahata
  • J
    Janara Luiza Paiva Botelho Oliveira
  • R
    Renata Del Monaco
  • A
    Alice Romeiro
  • M
    Martha Sirlene da Silva
  • E
    Elaine Cristina Rodrigues Gomes Vidal
  • MA
    Mitch Rodrigo Prado de Almeida
  • LS
    Luana Serra
  • P
    Patrícia dos Santos Souza Barreto
  • M
    Marta Durante
  • E
    Elisabete Regina da Silva Monteiro
  • C
    Cenilza Pereira dos Santos
  • YM
    Yara Maria Miguel
  • W
    WANIA Maria Previattelli
  • R
    Rosaura Angelica Soligo
  • HP
    Heloísa Helena Dias Martins Proença
  • AS
    Aparecida Costa Soligo
  • N
    Nayara Xavier
  • RQ
    Rosangela Queiroz
  • MG
    Miruna Kayano Genoino
  • L
    Lygia Nascimento de Almeida
  • EA
    Eudeiza Jesus de Araújo
  • EF
    Edileine Fonseca
  • A
    Adrianna Nunez Romano
  • ED
    Elaine dos Santos Depieri
  • M
    Claudia Molinari
  • AG
    Ana Cristina Gazotto
  • AS
    Adriana Gonçalves da Silva
  • AA
    Adriana Aaraujo
  • AC
    Adriana Coan
  • KR
    Katia Larissa de Oliveira Rodrigues
  • MC
    Maria Cristina
  • BG
    Beatriz Gouveia
  • M
    Myrian Conceição Crusoé Rocha Sales
  • KR
    Katia Rozzato
  • R
    Ruth Cristina Fernandes de Souza
  • Rc
    Rosanea maria mazzini coreea
  • PG
    Paola Gentile
  • A
    Adriana Bortolo de Araújo
  • L
    Luciana Melo de Araújo Brito
  • L
    Lívia Leiria
  • H
    Hélia Regina Carriel da Silva
  • A
    Ana Carolina Carvalho
  • M
    Maria Cristina Fressatto Martins Rosa
  • PG
    Priscila de Giovani
  • MC
    Maria Angelica de Almeida Cintra
  • I
    Irlane Valéria Santos de Oliveira
  • G
    Gilzane Silva Sousa
  • CI
    Claudineide Lima Irmã
  • MM
    Maria Thereza Marcilio
  • M
    Maria Cândida Muzzio
  • DM
    Dianne Cristine Rodrigues de Melo
  • I
    Ivailton Pereira Da Silva
  • VG
    Vanubia Sampaio dos Santos ( Docente da Universidade Federal de Rondônia - UNIR e pesquisadora do GPEA/UNIR))
  • A
    Adenilton dos Santos Cardoso
  • AS
    Andreza Valim Nunes dos Santos
  • M
    Maria de Lourdes Mello Martins
  • MP
    Magaly Muñoz de Pimentel
  • MM
    Milca Maiara Mendes
  • H
    Henari Macêdo Oliveira Lima
  • C
    Carla Jamille Cerqueira de Araújo
  • RI
    Rosa Iavelberg
  • GR
    Giulia Marsani Ricci
  • E
    Edineia Rocha Bomfim dos Santos
  • C
    Camila de França Santos
  • C
    Cintia Fondora Simão
  • WR
    Walkyria Amaral Freire Rodamilans
  • AA
    Amanda Martins de Espíndula Areval
  • TB
    Tatiany Xavier Barreto
  • C
    Claudia das Graças Maldanis Moraes Jacometti Pinheiro
  • S
    Silvia Regina Del Osbel Jaines
  • MS
    Maria Esther Pacheco Soub
  • E
    Elizete Maria Dantas Rocha
  • E
    Edineia Rocha Bomfim dos Santos
  • MS
    MÁRCIA VERAILZA ALMEIDA SILVA
  • N
    Nívia Lopes Braga Barbosa
  • PD
    Patrícia Diaz
  • G
    Glória Maria Paes
  • MS
    Maria Esther Pacheco Soub
  • AM
    Anna Carolina Cabral de Andrade da Matta Machado
  • M
    Miriam
  • E
    Ester Malka Broner Giannella
  • M
    Margarete Arruda da Silva de Oliveira
  • LM
    Lucinha Magalhães
  • D
    Diva Freire Carnevalli
  • MC
    Maria Angela Barbato Carneiro
  • I
    Iêda Xavier da Silva Sales
  • V
    Vasti Maria Evangelista
  • TC
    Thais Sindice Fazenda Coelho
  • CB
    Claudia G Paes de Barros
  • E
    Eva Claci Ludwig
  • E
    Elizeth Ragazzo
  • LM
    Lucinha Magalhães
  • MP
    Milena Duarte Nunes Pereira
  • G
    Gislaine Brizolla dos Santos
  • RD
    Rosana Dutoit
  • A
    Ana Paula Almeida de Araújo
  • C
    Cancionila Janzkovski Cardoso
  • N
    Natacha Costa
  • KR
    Karina Rizek
  • B
    Bruna Cardoso
  • RF
    Renata Frauendorf
  • L
    Lenize Ferreira da Naponucena
  • A
    Amanda Teixeira
  • Cs
    Cristiane Mello silva
  • M
    Mirta Garakis Poggi Pollini
  • LA
    Lucimara Aparecida Perim Alves
  • M
    Maria Nilza Santana da Silva
  • M
    Maria Celia Araujo
  • D
    Dilma Soares Nichiama
  • A
    Aline Carvalho Nascimento
  • L
    Lilian Contreira
  • N
    Noé Matias de Souza
  • RF
    Ricardo Falzetta
  • V
    Valdemar Miranda Alves Sobrinho
  • R
    Rosana Lopes Fernandes de Campos
  • A
    Ana Cláudia Rocha
  • T
    Thaís dos Reis da Silva
  • SL
    Susana Felix Paes Corrêa Leite
  • FL
    Fernanda Camargo Dalmatti Alves Lima
  • M
    Marliza Bodê de Moraes
  • F
    Fabiola Bastos
  • R
    Rúbia Cristina Cruz
  • DL
    Diego Camara de Lima
  • AS
    AmaleideLima dos Santos
  • SM
    Sandra Medrano
  • PS
    Patricia Vieira Sarmento
  • F
    Fabiane Carvalho
  • VP
    Verônica Belfi Roncetti Paulino
  • A
    Angela Maria de Oliveira
  • N
    Nadia Nunes da Silva
  • G
    Glória Teixeira
  • FO
    Felipe Bandoni de Oliveira
  • JB
    Juliana Cristina Chaves Buldrin Baiocchi
  • L
    Luana Pimentel Lopes
  • MM
    Magna Maria Souza Medeiros
  • FS
    Fabiana dos Santos Silva
  • G
    Graciela Marra
  • G
    Gedean Ribeiro do Nascimento
  • A
    Angela Maria da Silva Figueredo
  • G
    Gedean Ribeiro do Nascimento
  • F
    Fabiula Cristina da Silva
  • V
    Viviane Monteiro da Rocha
  • M
    Maria Cristina Perpetuo
  • L
    Leda Macedo de Souza
  • I
    Isabel Cristina Beltran Bio
  • LM
    Lilian Ceile Marciano
  • D
    Denise
  • L
    Liliane Molina
  • R
    Ricardo
  • MN
    Maria da Conceição de Carvalho Rosa ( Nalu)
  • M
    Maria Neci Alencar Moreira
  • MB
    Marly Barbosa
  • C
    Cinthia
  • RS
    Rosimeire Souto
  • JO
    Joselia Ancelmo de Oliveira
  • LS
    Liliane Cremonese Salomé
  • JR
    Jaciara Bispo Reis
  • MF
    Marco Antonio Ferreira
  • S
    Silvia Claudia da Fonseca
  • IF
    Irupe Buzzetti Fraga
  • I
    Iclea Lages de Melo
  • SC
    SIBÉRIA REGINA DE CARVALHO
  • D
    Daniela Vaz de Lima Fernandes
  • IS
    Izilda Marques Lopez dos Santos
  • A
    Angela Virgolim
  • MS
    Maria Alcira da Cruz e Sá
  • ES
    Elena Sarul
  • N
    Noelia Forestiere
  • V
    Vera Elena Gruenfeld
  • V
    Vani Aparecida dos Santos Almeida
  • V
    Vera Elena Gruenfeld
  • R
    Ricardo de Oliveira
  • F
    Flaviane Carvalho da Costa
  • AV
    Andréia Maria de Souza Vieira
  • IS
    Ivanete A S Santos
  • AB
    Andrezza Belota
  • JT
    Jozélia Jane Corrente Tanaca
  • IA
    Ivanete Alves
  • RB
    Raul Boaretto
  • DR
    Débora Rana
  • R
    Renata Grinfeld
  • LM
    Luciana de Oliveira Gerzoschkowitz Moura
  • D
    Daniela Carmo De Souza Fernandes
  • S
    Sílvia Pinheiro
  • G
    Guiomar Francisca de Assunção da Silva
  • S
    Soymara Emilião
  • AF
    Angela Biz Antunes - Instituto Paulo Freire
  • G
    Guadalupe López
  • R
    Regiani Martins Ribeiro Alves
  • JL
    Josélia Silva de oliveira Lima
  • L(
    LUCIANE MANERA MAGALHÃES (UFJF)
  • A
    Andréa Lúcia Lima Ladeira
  • SS
    Silvia Maria Souza
  • A
    Adriano Pinheiro
  • N
    Nuricel Villalonga Aguilera
  • S
    Sueli Andrade Gomes Santos
  • LB
    Luis Paulo Cruz Borges
  • G
    Gisele Aparecida Reis Goulart
  • H
    Helena Cristina da Cruz Ruiz
  • CR
    Cristina Alice Cunha Ribeiro
  • MR
    Marcia Rorato
  • WT
    Walter Takemoto
  • L
    Leandra Verginia Justo Herrera
  • M
    Maria Rosa Matias de Souza
  • E
    Eliana Ferrarezi
  • Nn
    Neide de Aquino noffs
  • M
    MARTA ALEGRÍA
  • S
    Silvana Vianna
  • ML
    Milena Larcher Longo
  • A
    Adna de Almeida Lopes
  • AS
    Andre Marinho da Silva
  • M
    Marilia
  • PA
    Paula do Nascimento Julio Agnello
  • AS
    Andréa de Brito Salles
  • R
    Renata Saraiva
  • M
    Margareth Santos Botelho
  • C
    Claudia Muniz
  • AA
    Anna Cecilia Junqueira Azevedo
  • C
    Claudemir Martins dos anjos
  • WS
    Wagner Sales
  • AM
    Adriana García Montero
  • CA
    Claudia Chebabi Andrade
  • JN
    Juliana Nagahama
  • N
    Núbia Maria de Oliveira
  • V
    Valdileia Ayres Brandão Pereira
  • S
    Sintia Jesus de Oliveira
  • C
    Cristiane Miguel da Hora
  • L
    Larissa de Gouveia
  • CC
    Cecília Azevedo Lima Collares
  • LM
    Lucimar Borba de Lima Martinho
  • V
    Vania Esquivel
  • MG
    María Guidali
  • A
    Adriana Maria Guarnieri
  • A
    Abnaelson José dos Santos
  • MS
    Melina Endraos de Sousa
  • S
    Simone Carvalho Gonçalves
  • N
    Nadijane da Silva Ramos
  • VL
    Viviane Lizi
  • L
    Luciana Corrêa Guimarães
  • J
    Juliana Aico Moraes Fujishiro
  • SP
    Silvia Perondini
  • RA
    Rita de Cássia Ambrosio
  • L
    Lívia Alonso Tagliari
  • JA
    José Edvar Costa de Araújo
  • DG
    Diana Grunfeld
  • HS
    Helena dos Santos
  • L
    Luciana Mota
  • LS
    Leila da Silva Soueid
  • M
    Mirian Cristina Stenico
  • EQ
    Elisangela de Ávila Queluz
  • A
    Alejandra Saguier
  • DM
    Dilza Martins
  • PA
    Patrícia Rodrigues de Almeida
  • LS
    Liana Santos
  • RP
    Raquel Batista Pereira
  • M
    Marina Mello Bittencourt
  • M
    Marina Mello Bittencourt
  • OB
    Olga Belocon
  • G
    Gardenia Maria Guedes Nascimento
  • K
    Kadja Cristina Grimaldi Guedes
  • M
    Melina Endraos
  • JC
    Janete Cardone
  • CP
    Célia Prudêncio
  • D
    Danúbia Thereza Barros Peixoto Rodrigues
  • S
    Saionara Freire
  • MB
    Maria do Socorro Ferreira Gomes Barbaro
  • PS
    Paulo Sérgio Sarra
  • JV
    Juliana Vinagre
  • M
    María Regina Usandizaga
  • M
    Marcos Antonio Jardim
  • RL
    Rui da Silva Lima
  • HP
    Heloisa de Almeida Pacheco
  • SF
    Silvia Moretti Rosa Ferrari
  • RL
    Renata de Castro Lima
  • É
    Érica Garcia dos Santos
  • M
    Margarete Nunes
  • C
    Cristiane Hora
  • F
    Fabiola
  • F
    Fernando Aquilino Corrêa
  • G
    Glória Gosciola
  • T
    Thais Almeida Costa
  • SS
    Sandra Spartani
  • J
    Josimara Rodrigues Fagundes Nunes
  • AV
    Andrea Victor
  • J
    José Paulo Ferreira dos Santos
  • M
    Maria Dulcilene Pereira Santos
  • CC
    Carla Clauber
  • RP
    Ramiro Roberto Puertas
  • RL
    Renata de Castro Lima
  • L
    Luverly Menezes de Sousa
  • RM
    Roberto Carlos Mayer
  • PP
    Patricia Paim
  • A
    Adriana Maria Soares Cassol
  • A
    Ana María del
  • S
    Simone Metta
  • MR
    Maria da Luz Santos Ramos
  • V
    Vera Fellipin
  • V
    Valeria Velazco
  • SM
    Stella Maris Moura de Macedo
  • T
    Teresinha Coelho Vaz
  • A
    Adriana Alves Fernandes Costa
  • DM
    Daniela Blanco Motta Motta
  • RM
    Renata Maia-Pinto
  • M
    Maria Aparecida Aranha e Silva
  • CS
    Caroline Rezende de Souza
  • R
    Raidalva da Silva
  • A
    Andréa Dias Tambelli
  • AK
    Ana María Kaufman
  • S
    Sandra Regina Silva Oliveira
  • C
    Claudinete da Conceição Silva Santos
  • MC
    Marta Andrea Catalani
  • J
    Jose Anne de Castro Alves
  • L
    Lucienne de Oliveira Jesus Souza
  • C
    Carla Souza Viana dos Santos Martins
  • K
    Katia Cilene da Costa
  • K
    Kadja Cristina Grimaldi Guedes
  • F
    Fabiana Coutinho Simões
  • E
    Elizabete Monteiro da Silva
  • CS
    Carlos Alberto Sampaio de Sousa
  • MN
    Maria José Nóbrega
  • TB
    Tereza Cristina Barreiros
  • AR
    Ana Célia Reis
  • S
    Sabrina Romeiro Di Rei
  • T
    Telma Maria dos Reis
  • E
    Erica Rocha de Oliveira
  • MC
    Márcia Martins Castaldo
  • A
    Ariana Rocha
  • MP
    Maria Rita Penteado
  • LS
    Leni Agripino da Silva
  • A
    Alice de Mattos
  • NM
    Nadja Maria Lima Maciel
  • MB
    Marcia Ortega Borges
  • R
    Rosângela Quintas
  • C
    Carla Cristina Canteiro dos Santos
  • C
    Carla Tocchet
  • TM
    Tânia de Andrade Magalhães
  • R
    Rita de Cássia Alves Lopes dos Santos
  • J
    Jane Palheta Tavares
  • MM
    Michelle Fonseca Melo
  • M
    Michelle Dallacqua da Silva
  • MO
    Maysa de Oliveira
  • I
    Ioneia Ferreira dos Santos Souza
  • A
    Alessandra Rodrigues Cezário Gomes
  • EM
    Eliezer de Oliveira Martinho
  • AA
    Ananda Teixeira do Amaral
  • PP
    Paula Pinto
  • ML
    Michelle Lui
  • M
    Marciana Almeida de Santana
  • AB
    Ana Paula Bacelar
  • AS
    Ana Paula Souza
  • DF
    Daniela Aparecida Gouveia Frigeri
  • IA
    Irupé Buzzetti. RED de Alfabetizacion.Urugyay
  • MB
    Maura Maria Morais de Oliveira Bolfer
  • I
    Iolanda Francisco de Lima
  • F
    Fernanda
  • E
    Edna de Oliveira Telles
  • D
    Daniela Pereira Fabrette Cancio
  • M
    Maria Assunta Fioramonte Della Colleta
  • CA
    Carla Azevedo de Aragão
  • A
    Astrid Romero
  • E
    Elaine c MACÁRIO da Silva
  • T
    Tanya Bottas
  • MM
    Mylena Martins
  • M
    Maria Andrea Ocampo
  • JM
    Jorge Rabello Mendes
  • SS
    Silvana M. Martinelli Scrignoli
  • RM
    Rozana Machado Bandeira de Melo
  • MS
    Martha Silva
  • B
    Bartira
  • Lk
    Lucia kawahy
  • FP
    Fábio Hoffmann Pereira
  • S
    Silvia Pereira de Carvalho
  • S
    Silvia Maria Pereira de Carvalho
  • MS
    Maria Joselma Ferreira Noronha Santos
  • LM
    Lucilene De Lucca Marini
  • MM
    Magalí Mayol
  • W
    Wanessa Alves Henrique
  • MO
    Márcia dos Santos Oliveira
  • MA
    Maciel Jackeline Araújo
  • D
    Denise Rocha Pereira
  • M
    Marcos Santos Mourao
  • NN
    Neurilde da Silva Nevea
  • CF
    Carolina Fedatto
  • F
    Fernando Pineda Rojas
  • S
    Selma Barros Daltro de Castro
  • MR
    Marília Miranda Rodrigues
  • R
    Rosângela Ambrózio
  • LH
    Luciana Hubner
  • LF
    Luciana Rocha ee Freitas
  • ME
    Mônica Elisa
  • SF
    Silvia Helena Mihok Fuertes
  • MC
    Maria Clara
  • GO
    Gildeanny Ferreira Oliveira
  • A
    Adriana Rocha de Oliveira
  • A
    Angélica Pereira dos Santos Ancona
  • LS
    Lenise Sampaio
  • ML
    María Eugenia Leite
  • J
    Julia Alves de Farias Barbato
  • CM
    Clélia Cortez Moriama
  • A
    Assis Ribeiro
  • C
    Camila Sousa Coelho
  • AP
    Andréa Fernandes Pereira
  • R
    Regina Lúcia Poppa scarpa
  • DS
    Deborah Kotek Selistre
  • A
    Andréa Fernanda Delabio
  • 5M
    52193 Moreira
  • L
    Larissa Gomes Carneiro Borges
  • A
    Aline Borges
  • M
    Madalena Elaine Lima Rabelo de Oliveira
  • MS
    Marisa de Lima Silva
  • R
    Roseli Ferreira de Souza Araujo
  • PP
    Paola Parodi
  • C
    Carla Cristina Tosatto CPF
  • M
    Moacir Gadotti - Instituto Paulo Freire
  • VA
    Veridiana dos Santos Almeida
  • LC
    Luciana Cruz
  • AS
    Alex Lopes de Sousa
  • A
    Ana Paula Francatto Devito
  • cd
    christina dalbertas
  • CB
    Celisa Carrara Bonamigo
  • V
    Valéria Cristina Rocha Santiago
  • DM
    Daniele Moraes
  • GP
    Guilherme do Val Toledo Prado
  • AL
    Andressa Leocádio
  • RS
    Renata Rodrigues Soares
  • E
    Eva Gomes Macedo
  • R
    Rosa Maria Antunes
  • G
    Gilzelânia Roberto de Barros Marques
  • JT
    Joelma Fassina Perovano Tatagiba
  • GS
    Graciely Garcia Soares
  • sf
    sandra ferraz
  • MP
    Maria Cristina Leandro de Paiva
  • IR
    Ivonete Nascimento Souza Rufino
  • J
    Jossiana Valim de Campos Biazotto
  • SB
    Suzete Magalhães Bastos
  • TC
    Talita da Cruz Coelho
  • A
    Anete Maria de Albuquerque Monteiro da Silva
  • V
    Vera Lucia da Silva Vieira
  • A
    Akan Oadq
  • TL
    Tatiana Cisternas León
  • FF
    Fátima Fonseca
  • DG
    Danusa Gianeri
  • K
    Kátia Adriana Ambrozio
  • DJ
    Darling Jaramillo
  • DJ
    Darling Jaramillo
  • VB
    Valéria Souza Bagues
  • EB
    Erika Vargas de Souza Barros
  • F
    Fabiana Esteves Ferreira Igreja
  • V
    Vanesa Gallardo Llancaqueo
  • SG
    Solange de Paula Patari Garcia
  • CA
    Célia Almeida
  • LC
    Ligia Bueno Zangali Carrasco
  • BA
    Bruna Essi Alfonsi
  • C
    Catherine Koch Farina Oliveira
  • MP
    Maria Rita Penteado
  • MM
    Monyse Bastos Matos
  • JN
    Joana Inês Novaes
  • VM
    Vanusa Sousa Mercês
  • R
    Regina Bárbaro Martins Peralta
  • C
    Carolina Uzêda da Cruz
  • VS
    Valquiria Aparecida Pereira da Siva
  • M
    Marisa Requejo Rocha
  • M
    Midori Lima do Nascimento Kurihara Shindo
  • S
    StellaVieiraSwertsChicchi
  • L
    Lucinéia de Souza
  • SC
    Solange Cezário Gomes Ribeiro Cruz
  • AL
    Ana Saleti Leite
  • M
    Maria Juliel de Siqueira
  • M
    Marilucia Moraes de Paula Ferreira
  • VM
    Vailma Martins de Medeiros
  • CM
    Carmem Maciel
  • C
    Cristiane Rodrigues de Oliveira Bastos
  • JN
    Jorlidiane Rodrigues Novaes
  • RM
    Regina Coeli Moura de Macedo
  • W
    Wirisgleice Borges da Costa
  • FM
    Fernanda Matarucco
  • M
    Márcia Mayan Ventin Covre
  • R
    Roberta Lacerda da Silva
  • R
    Rozangela Aparecida Alves Elias
  • JF
    Jeoglecia Felix
  • S
    Suely Ferreira de
  • R
    Rutiene
  • TC
    Thais Ciardella
  • A
    Antônio Macedo portela
  • FS
    Francisca Auxiliadora Oliveira dos Santos
  • AD
    Alessandra Nogueira Penido Dias
  • KM
    Karina Oliveira Goes Matos
  • M
    Maria Jamile da Silva Pires
  • A
    Adenor Antônio de Lima
  • LM
    Ligia Augusta Mori
  • NA
    Neuracy Ferreira Angelo
  • AL
    Andréa Luize
  • P
    Pâmela Freitas Maia
  • M
    Maria José de Oliveira
  • L
    Leda Scheibe
  • JP
    Júlia Martins Pena
  • M
    Marlisa Ortega
  • MT
    Mayumi Morena S. Takemoto
  • J
    Jacqueline Magalhães
  • ES
    Elaine Michele dos Santos da Silva
  • GN
    Gisélia Oliveira de Sá Neves
  • AS
    Ana Flávia Sousa
  • N
    Neuza Aparecida Moro Prado
  • C
    Clara Nunes dos Santos
  • PO
    Patricia Martins de Oliveira
  • RE
    Rosane Maria Escasso
  • MS
    Magali de Cássia Camargo da Silva
  • AM
    ANA CRISTINA MELO
  • SF
    Santos Nathália de Carvalho Figueira
  • G
    Gleice de Oliveira de Lima
  • E
    Eliete Rodrigues
  • NR
    Nydia Richero
  • ES
    Elisete Gonçalves da Silva Santos
  • ÉR
    ÉDER RALHA DE CASTRO ROSA
  • E
    Elieste da Silva Junior
  • AF
    Angelina Melo de Araujo Filha
  • AM
    Andrea Marsan Martin
  • L
    Luiza Aparecida Maia
  • M
    Maisa Reis Rodrigues
  • A
    Amarilda Correia Cabral da Silva
  • L
    Luzia Rosa da Conceição
  • E
    Edilene de Souza Coriolano Pitaro
  • A
    Alair Pereira Marinho Junior
  • LS
    Léiva Rodrigues de Sousa
  • SP
    Silvia R P Petrilli
  • MN
    Mayra Kinker Nascimento
  • AH
    Alcina Carvalho Hatzlhoffer
  • SN
    Suzana zur Nedden
  • AA
    Ana Christina Dantas Araújo
  • MS
    Morgana Rodrigues dos Santos
  • DL
    Dulcimarta Lemos Lino
  • L
    Lucineia da Silva Andrade dos Santos
  • PR
    Pedro de Oliveira Rodrigues
  • Â
    Ângela Maria Rodrigues de Figueiredo
  • DD
    Denise Maria de Oliveira Dias
  • LV
    Luca Nucci Vernalha
  • AD
    Ana Cristina de Souza Pires Dias
  • G
    Gonzalo Martínez
  • AG
    Andréa Antolini Grijó
  • M
    Melina Borges Omitto
  • MF
    Maria de Fátima Franco
  • M
    Maíra Cristina de Souza
  • J
    Jaguaracy Conceição
  • NC
    Nazaré Costa
  • S
    Simone Melo Verli Cabral
  • AF
    Andréia Heiderscheidt Fuck
  • l
    leonildomarquessilva@gmail.com
  • LS
    Leonildo Marques Silva
  • C
    Célia Regina Marques da Silva Garola
  • H
    Heloiza Moreno
  • F
    Francisca Oliveira
  • LO
    Leilde Oliveira
  • H
    Hildágia Araújo Sousa
  • PC
    Petrônio Cavalcante
  • LS
    Lilian Engracia dos Santos
  • A
    Ana
  • PF
    Patricia Gomes da Cunha Francisco
  • E
    Elizângela da S. Acósta de Souza
  • CP
    Carla Cavalcante Pinto
  • AS
    Adnalva Silva Neves Signori
  • N
    Nívea Capetini Gonçalves da Silva
  • pr
    patricia ristori
  • S
    Solange Maria Aguiar
  • DR
    Débora Rocha
  • I
    Ibanes
  • M
    Maria Lúcia Ambrósio
  • A
    Ana Paula de Freitas
  • C
    Claudia Simone de Castro
  • L
    Liliamar Hoça
  • C
    Carla Gioconda
  • ER
    Erika de Kassia Souza Rocha
  • MT
    Maria Tavares
  • MZ
    Maria Dolores Zundt
  • SM
    Sivoneide Aparecida do Nascimento Martins
  • V
    Valéria dos Santos Torres
  • JS
    José Roberto dos Santos
  • A
    Adriano Sales
  • TC
    Tatiana Carneiro Poleto da Costa
  • GB
    Graziela Bortoletto Banzatto
  • R
    Raquel Amélia dos Santos
  • AN
    Antônio Fernandes Góes Neto
  • C
    Cláudia Fernanda Inacio Sanches
  • MS
    Maria Julia Santos
  • J
    Jalcineide Maria Pereira
  • EB
    Elba Arruda Barbosa
  • DA
    Daniella Bueno de Andrade
  • A
    Amanda Cristina de Potenza Ribeiro
  • PL
    Paulo Henrique Guimarães de Lemos
  • AS
    Amiris de Paula Serdeira
  • E
    Eliud Zamorano Mendoza
  • WF
    Waldir Felix
  • LC
    Luciana Kerber Chiele
  • LV
    Luciane Varisco
  • M
    Maria Josineide Vasconcelos Granja
  • R
    Renata Meijome
  • R
    Renata Meijome
  • F
    Flávio Cordeiro de Freitas
  • V
    Valéria Rosa Poubell
  • B
    Bruny Romana krueger
  • AG
    Amanda Murta Gama
  • AP
    Alcivanda Pereira
  • O
    Odé
  • EC
    Elaine Constant
  • R
    Roseli Araujo
  • MV
    Maria de Lourdes Costa de Vasconcelos
  • V
    Vera Lúcia Ryker Bandeira
  • CR
    Conceição de Maria Moura Nascimento Ramos
  • TP
    Tânia Fonseca Pinto
  • JM
    Jean Piter Miranda
  • EF
    Elisabeth Gaudêncio Florentino
  • N
    Nelma do Amaral
  • ZS
    Zuma Evangelista Castro da Silva
  • NS
    Nishant Sharma

Total: 642